Seja Bem Vindo!

INFORMAÇÕES, CONTEÚDOS PARA SUAS AULAS, CURIOSIDADES E MUITO MAIS!!

Este ambiente virtual pretende orientar leituras e suscitar reflexões e debates. Seja bem vindo! Inscreva-se, participe, envie seus comentários. Dê sua opinião!
________________

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Inscrições para curso de aperfeiçoamento - UFSCar no polo da UAB ITAPEVI

O curso de aperfeiçoamento em Gênero e Diversidade na Escola responde à chamada para a reoferta do Curso Gênero e Diversidade na Escola, associada ao Edital SECAD 01/2008 formulado pelo MEC. A primeira oferta do curso na Universidade Federal de São Carlos foi realizada em 2009 e a segunda em 2012.
Este projeto soma às experiências organizacionais anteriores a proposta de oferecer uma edição para 500 cursistas, todos/as do Estado de São Paulo, de forma a ter um maior controle sobre os polos, um contato mais próximo com os/as estudantes e, com isto, espera-se, um aprendizado mais profícuo e aprofundado sobre as temáticas do curso. 
No Polo da Universidade Aberta do Brasil em Itapevi (endereço abaixo) serão oferecidas vagas para 50 professores.
O curso proposto busca prover formação continuada, em caráter de aperfeiçoamento, com carga horária de 200 horas. Será oferecido pela UFSCar, sob a coordenação pedagógica do Prof. Dr. Jorge Leite Júnior, docente do Departamento de Sociologia da Universidade Federal de São Carlos.

Endereços dos polos
MAIS INFORMAÇÕES, CLIQUE AQUI

As inscrições começam dia 05 de Agosto de 2013, às 00h01.

sábado, 27 de julho de 2013

Imperdível: verdadeiro show de Evo Morales na Europa!

Presidente boliviano intima Chefes de Estado europeus a quitarem a dívida estratosférica que a Europa possui com a América Latina.

Com linguagem simples, que era transmitida em tradução simultânea a mais de uma centena de Chefes de Estado e dignitários da Comunidade Européia, o Presidente Evo Morales conseguiu inquietar sua audiência quando disse:

"Aqui eu, Evo Morales, vim encontrar aqueles que participam da reunião.

Aqui eu, descendente dos que povoaram a América há quarenta mil anos, vim encontrar os que a encontraram há somente quinhentos anos.

Aqui pois, nos encontramos todos. Sabemos o que somos, e é o bastante. Nunca pretendemos outra coisa.

O irmão aduaneiro europeu me pede papel escrito com visto para poder descobrir aos que me descobriram. O irmão usurário europeu me pede o pagamento de uma dívida contraída por Judas, a quem nunca autorizei a vender-me.

O irmão rábula europeu me explica que toda dívida se paga com bens ainda que seja vendendo seres humanos e países inteiros sem pedir-lhes consentimento. Eu os vou descobrindo. Também posso reclamar pagamentos e também posso reclamar juros. Consta no Archivo de Indias, papel sobre papel, recibo sobre recibo e assinatura sobre assinatura, que somente entre os anos 1503 e 1660 chegaram a San Lucas de Barrameda 185 mil quilos de ouro e 16 milhões de quilos de prata provenientes da América.

Saque? Não acredito! Porque seria pensar que os irmãos cristãos pecaram em seu Sétimo Mandamento.

Espoliação? Guarde-me Tanatzin de que os europeus, como Caim, matam e negam o sangue de seu irmão!

Genocídio? Isso seria dar crédito aos caluniadores, como Bartolomé de las Casas, que qualificam o encontro como de destruição das Índias, ou a radicais como Arturo Uslar Pietri, que afirma que o avanço do capitalismo e da atual civilização europeia se deve à inundação de metais preciosos!

Não! Esses 185 mil quilos de ouro e 16 milhões de quilos de prata devem ser considerados como o primeiro de muitos outros empréstimos amigáveis da América, destinado ao desenvolvimento da Europa. O contrário seria presumir a existência de crimes de guerra, o que daria direito não só de exigir a devolução imediata, mas também a indenização pelas destruições e prejuízos. Não

Eu, Evo Morales, prefiro pensar na menos ofensiva destas hipóteses.

Tão fabulosa exportação de capitais não foram mais que o início de um plano ‘MARSHALLTESUMA’, para garantir a reconstrução da bárbara Europa, arruinada por suas deploráveis guerras contra os cultos muçulmanos, criadores da álgebra, da poligamia, do banho cotidiano e outras conquistas da civilização.

Por isso, ao celebrar o Quinto Centenário do Empréstimo, poderemos perguntar-nos: Os irmãos europeus fizeram uso racional, responsável ou pelo menos produtivo dos fundos tão generosamente adiantados pelo Fundo Indoamericano Internacional? Lastimamos dizer que não. Estrategicamente, o dilapidaram nas batalhas de Lepanto, em armadas invencíveis, em terceiros reichs e outras formas de extermínio mútuo, sem outro destino que terminar ocupados pelas tropas gringas da OTAN, como no Panamá, mas sem canal. Financeiramente, têm sido incapazes, depois de uma moratória de 500 anos, tanto de cancelar o capital e seus fundos, quanto de tornarem-se independentes das rendas líquidas, das matérias primas e da energia barata que lhes exporta e provê todo o Terceiro Mundo. Este deplorável quadro corrobora a afirmação de Milton Friedman segundo a qual uma economia subsidiada jamais pode funcionar e nos obriga a reclamar-lhes, para seu próprio bem, o pagamento do capital e os juros que, tão generosamente temos demorado todos estes séculos em cobrar. Ao dizer isto, esclarecemos que não nos rebaixaremos a cobrar de nossos irmãos europeus as vis e sanguinárias taxas de 20 e até 30 por cento de juros, que os irmãos europeus cobram dos povos do Terceiro Mundo. Nos limitaremos a exigir a devolução dos metais preciosos adiantados, mais o módico juros fixo de 10 por cento, acumulado somente durante os últimos 300 anos, com 200 anos de graça.

Sobre esta base, e aplicando a fórmula europeia de juros compostos, informamos aos descobridores que nos devem, como primeiro pagamento de sua dívida, uma massa de 185 mil quilos de ouro e 16 milhões de quilos de prata, ambos valores elevados à potência de 300. Isto é, um número para cuja expressão total, seriam necessários mais de 300 algarismos, e que supera amplamente o peso total do planeta Terra.

Muito pesados são esses blocos de ouro e prata. Quanto pesariam, calculados em sangue?

Alegar que a Europa, em meio milênio, não pode gerar riquezas suficientes para cancelar esse módico juro, seria tanto como admitir seu absoluto fracasso financeiro e/ou a demencial irracionalidade das bases do capitalismo.

Tais questões metafísicas, desde logo, não inquietam os indoamericanos. Mas exigimos sim a assinatura de uma Carta de Intenção que discipline os povos devedores do Velho Continente, e que os obrigue a cumprir seus compromissos mediante uma privatização ou reconversão da Europa, que permita que a nos entregue inteira, como primeiro pagamento da dívida histórica."
Via FB: Ricardo Moura compartilhou a foto de Rafael Patto

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Sensacional: Voo panorâmico nos EUA a bordo do "The Flyer"

Dê o play e embarque no "The Flyer" - o primeiro avião construído pelos Irmãos Wright - e com ele fazendo um voo panorâmico sobre os Estados Unidos, de leste para oeste, desde New York até San Francisco. Simplesmente espetacular!!!

Uma dica do Prof. Hermogenez

sábado, 13 de julho de 2013

Porque sonhamos? Documentário COMPLETO BBC e livro de S. Freud

Os sonhos fascinam a humanidade, mas pouco se sabe sobre eles. Veja como cientistas, através de novas experiências e teorias, tentam compreender os seus complexos mecanismos e a sua importância para a saúde humana.
Sinopse:
Horizon descobre o mundo secreto dos nossos sonhos. Em uma série de experiências de ponta e histórias pessoais, vamos em busca da ciência por trás deste mistério mais duradouro e perguntar: onde os sonhos vem? Será que eles têm significado? E, finalmente, por que sonhamos?


“Estaremos levando em conta tudo o que foi trazido à luz por nossa análise dos sonhos desprazerosos se fizermos a seguinte modificação na fórmula com que procuramos expressar a natureza dos sonhos: o sonho é uma realização (disfarçada) de um desejo (suprimido ou recalcado).”       S. Freud
Assista ao doc. da BBC completo abaixo e acesse o texto: A Interpretação dos Sonhos I – Sigmund Freud AQUI>>
Parte 1

Parte 2

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Aula pública na Avenida Paulista debate monopólio midiático

Pedro Ekman, do Coletivo Intervozes, fala sobre o evento que acontece hoje (3/7) no vão livre do Masp e diz que aula servirá como preparação para ato que acontecerá em frente à Rede Globo, dia 11 de Julho.

Fonte: Rádio Atual

BIBLIOGRAFIA para as PROVAS DE PROMOÇÃO 2013

GABARITO DA PROVA DE 2013 CLIQUE AQUI PARA CONFERIR

PROVA DO MÉRITO e CONCURSO para PEB II; DIRETORES DE ESCOLA e SUPERVISORES DE ENSINO: Perfis profissionais e bibliografia atualizados  <<< CLIQUE NO LINK <<<
O CRE Mário Covas disponibiliza a bibliografia indicada para  Prova do Processo de Promoção/2013 de Educadores PEB I, PEB II, Educação Especial, Educação Escolar Indígena, Diretor de Escola e Supervisor de Ensino.
Clique nos links abaixo ou AQUI para acessar o CRE

Você poderá gostar também de:
O Ilusionista - Filme completo
Somos Todos Diferentes - Como Estrelas na Terra - Toda Criança é Especial. FILME COMPLETO
Em nome de Deus - Filme completo: A real e inesquecível história de Abelardo e Heloísa
Clique AQUI para ver mais>>
FILMES, DOCUMENTÁRIOS, CURIOSIDADES, LIVROS E MUITO MAIS!
 
 
Bibliografia
A Biblioteca do CRE Mario Covas disponibiliza, para consulta presencial em sua sede, os livros e artigos indicados para a Prova do Processo de Promoção/2013 de Educadores PEB I, PEB II, Educação Especial, Educação Escolar Indígena, Diretor de Escola e Supervisor de Ensino.

Para facilitar a consulta e/ou acesso selecionamos Sites Institucionais que apresentam os textos na íntegra e as Bibliotecas que possuem os documentos para consulta , na Capital e no Interior.

Observação:

1. O ano de publicação dos documentos não é, necessariamente, o mesmo solicitado na bibliografia oficial.

2. As referências bibliográficas seguem exatamente o padrão adotado na Resolução SE 9, de 26/10/2010.
Clique no nome da Disciplina para acessar a Bibliografia específica.
PROFESSOR PEB-I – ENSINO FUNDAMENTAL ANOS INICIAIS (1º AO 5º ANO)

PROFESSOR PEB-II – ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS (6º AO 9º ANO) E/OU ENSINO MÉDIO
Comum a todas as áreas
Língua Portuguesa
Arte
Educação Física
Língua Estrangeira Moderna – Inglês
Língua Estrangeira Moderna – Espanhol
Matemática
Ciências
Física
Química
Biologia
História
Geografia
Filosofia
Sociologia
Psicologia
Língua Estrangeira Moderna - Alemão (CELs)
Língua Estrangeira Moderna - Espanhol (CELs)
Língua Estrangeira Moderna - Francês (CELs)
Língua Estrangeira Moderna - Inglês (CELs)
Língua Estrangeira Moderna - Italiano (CELs)
Língua Estrangeira Moderna - Japonês (CELs)
PROFESSOR - EDUCAÇÃO ESPECIAL
PROFESSOR - EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA
DIRETOR DE ESCOLA
SUPERVISOR DE ENSINO
http://www.crmariocovas.sp.gov.br/images/ccs/ban_peb2013.jpg


Resolução SE 37, de 07/06/2013
Altera o Anexo que integra a Resolução SE-70, de 26-10-2010, que dispõe sobre os perfis profissionais, competências e habilidades requeridos dos educadores da rede pública estadual e os referenciais bibliográficos que fundamentam os exames, concursos e processos seletivos, e dá providências correlatas.
Resolução SE 70, de 26/10/2010
Dispõe sobre os perfis profissionais, competências e habilidade requeridos dos educadores da rede pública estadual e os referenciais bibliográficos que fundamentam os exames, concursos e processos seletivos e dá providências correlatas.

O Princípio da Vida - A Chegada: Episódios 1 e A conquista: episódio 2 COMPLETOS

"Imagens e curiosidades. De tirar o fôlego"

Em 50 anos de TV, Sir David Attenborough percorreu o mundo documentando os seres vivos em todo seu esplendor.
Agora, em “O Princípio da Vida” (First Life), programa dividido em 2 partes, ele conclui sua jornada viajando de volta no tempo às raízes da árvore da vida, em busca dos primeiros animais. Nas suas próprias palavras, para os capítulos iniciais da história da evolução. Fotografia surpreendente e efeitos visuais de ponta combinados com o carisma e fascínio do naturalista que mantém o fôlego aos 84 anos de idade.A viagem de Attenborough começa numa floresta perto da casa na qual viveu durante a infância, em Leicester, onde a descoberta de um fóssil transformou nossa compreensão da evolução da vida complexa. Viajando do litoral enevoado de Newfoundland ao outback australiano, Attenborough revela as primeiras formas de vida animal a existirem na Terra. Esses seres estranhos e maravilhosos são trazidos de volta à vida com o auxílio de tecnologia de ponta e efeitos visuais foto realistas. Esses foram os seres que desenvolveram as características e recursos que possibilitaram que todos os animais, incluindo nós mesmos, sobrevivessem até hoje.

Você poderá gostar também de: